02 novembro, 2015

Sobre ser Diletante, Serendipista e Desiderata


Existem palavras que se fixam na minha mente e se tornam prediletas por algum motivo específico como sonoridade ou pelo que representam. As minhas três palavras preferidas são diletante, serendipista e desiderata, a carga que elas suportam me fazem querer ser algo melhor.


Diletante tem pelo menos três significados e o sentido que eu uso é: Que ou o que se dedica a alguma coisa ligada a arte por prazer e não por obrigação ou profissão.

Logo de cara me identifiquei, acho que devido ao fato do meu pai sempre falar que tenho alma de artista e que não sei o que quero pra minha vida. Mas o fato é que existe toda uma satisfação em fazer o que se gosta, principalmente quando não tem ninguém cobrando.


Serendipismoque ou o que faz boas descobertas por acaso ou atrai o acontecimento de coisas favoráveis.
Inicialmente pode parecer clichê. Na vida, é óbvio que vamos descobrir várias coisas por acaso, principalmente quando erramos. A questão principal é saber porque estamos atraindo determinada situação. A atração age conforme nossos sentimentos e o tipo de atenção que dedicamos ao que vivenciamos, seja positiva ou negativamente.

O mágico e mais importante nisso tudo é ter discernimento para olhar o lado bom de todas as situações ruins, porque para atrair algo bom as vezes é necessário se transformar.





Por último e não menos importante, desiderata é aquilo que se deseja; aspiração. Mas também é um poema do escritor americano Max Ehrmann (1872–1945), e que foi escrito em 1927.Conheci há uns meses atrás, e foi uma das leituras mais reflexivas que tive.

 Desiderata
Vá placidamente por entre o barulho e a pressa e lembre-se da paz que pode haver no silêncio.
Tanto quanto possível, sem sacrificar seus princípios, conviva bem com todas as pessoas.
Diga a sua verdade calma e claramente e ouça os outros, mesmo os estúpidos e ignorantes, pois eles também têm sua história. Evite as pessoas vulgares e agressivas, elas são um tormento para o espírito.
Se você se comparar aos outros, pode tornar-se vaidoso ou amargo, porque sempre existirão pessoas superiores e inferiores a você.
Usufrua suas conquistas, assim como seus planos. Manter-se interessado em sua própria carreira, mesmo que humilde, é um bem verdadeiro na sorte incerta dos tempos.
Tenha cautela em seus negócios, pois o mundo é cheio de artifícios, mas não deixe isso te cegar à virtude que existe. Muitos lutam por ideais nobres e por toda parte a vida é cheia de heroísmo.
Seja você mesmo. Sobretudo, não finja afeições.
Não seja cínico sobre o amor, porque, apesar de toda aridez e desencantamento, ele é tão perene quanto a relva.
Aceite gentilmente o conselho dos anos, renunciando com benevolência às coisas da juventude.
Alimente a força do espírito para ter proteção em um súbito infortúnio. Mas não se torture com temores imaginários. Muitos medos nascem da solidão e do cansaço.
Adote uma disciplina sadia, mas não seja exigente demais. Seja gentil consigo mesmo.
Você é filho do Universo, assim como as árvores e as estrelas. Você tem o direito de estar aqui.
E mesmo que não lhe pareça claro, o Universo, com certeza, está evoluindo como deveria.
Portanto, esteja em paz com Deus, não importa como você O conceba.
E, quaisquer que sejam as suas lutas e aspirações no ruidoso tumulto da vida, mantenha a paz em sua alma.
Apesar de todas as falsidades, maldades e sonhos desfeitos, este ainda é um belo mundo. Alegre-se. Empenhe-se em ser feliz!
  


Nem sempre é fácil manter a positividade ou fazer sempre o certo, mas tudo depende da nossa atitude.
Os caminhos da vida são inúmeros, mas cabe a nós escolhermos o que vamos seguir e até o que vamos assumir como consequência. O segredo é como vamos lhe dar com tudo.

As fotos da postagem foram tiradas no meu aniversário (2013) no Recife Antigo pelos fotógrafos talentosos Karla Fagundes e Renê Nascimento. 


xoxo
Me acompanhe também por: Facebook Instagram Pinterest Flickr Skoob Look Book

2 comentários: